RESULTADO: os melhores episódios de Agents of SHIELD

 RESULTADO: os melhores episódios de Agents of SHIELD

Semana passada nós abrimos votação para eleger os melhores episódios de Agents of SHIELD de todos os tempos.

Uma forma de não só homenagear a série que encerrou no último dia 12 de agosto, mas também para trazer um pouco da nostalgia com lembrança dos episódios e temporadas anteriores.


Abaixo, você confere a lista completa do décimo para o primeiro colocado. Algumas surpresas e outras nem tanto.


10. 4×22 – World’s End

A finale da 4ª temporada ficou com o décimo lugar. “Worlds End (Fim do Mundo)” amarra toda temporada, trazendo Ghost Rider, o MVA (modelo de vida artificial) e AIDA para fechar o arco da Estrutura e ligar todos os arcos anteriores em uma única história. Robbie Reyes retorna como o único capaz de derrotar a “nova” AIDA, agora uma humana com poderes inumanos. O único porém: ela sabia que ele era capaz de machucá-la, então passa a fugir toda vez que ele aparece. É quando temos a primeira menção do acordo que Coulson fez com o Ghost Rider, fazendo com que ele carregue o espírito da vingança para poder derrotar AIDA para sempre.


Enquanto isso, vemos Yo-Yo na Estrutura tentando trazer Mack de volta com a ajuda de Radclife. Ao ponto que as coisas e pessoas vão sumindo, eles precisam sair dali o quanto antes ou seriam destruídos logo em seguida.

Após todos estarem de volta reunidos, Fitz ainda precisa lidar com o que fez dentro da Estrutura como Doutor, mas não temos tempo nem para absorver tudo, pois logo somos puxados para o gancho da 5ª temporada: agora, eles estão no espaço.



9. 4×16 – What If…

Sem dúvidas um dos melhores episódios da 4ª temporada, “What If… (E Se…)” inicia o arco da Estrutura, nos levando a um mundo sobre o que teria acontecido se todos vivessem sem o seu maior arrependimento. Bom, a experiêcnia não teria sido das melhores.

O episódio começa com Ward e Daisy, agora novamente Skye, como namorados e trabalhando para HYDRA junto com a May, Jemma está “morta”, Coulson é professor de escola, Mack está cuidando de sua filha, Hope, e Fitz está como um dos chefões da HYDRA junto com AIDA (Madame HYDRA / Ophelia). Enfim, tudo de cabeça pra baixo, com Daisy e Jemma tentando resgatar a todos e descobrir onde eles estão escondidos e plugados na realidade virtual.


Um episódio digno de explodir sua cabeça, com várias situações inesperadas e com o primeiro “e se” que vimos na Marvel em “live action”. Merecia mesmo estar por aqui.


8. 7×12 – The End Is At Hand

A primeira parte da series finale, “The End Is At Hand (O Fim Está Próximo)“, fica com o oitavo lugar na lista. A missão de resgate de Daisy, Mack e Sousa para conseguir salvar Jemma e Deke da nave chronicon é basicamente o ponto principal dessa parte.


Além disso, no Farol, vemos John Garrett tentando explodí-lo e sendo impedido por Coulson, May e Yo-Yo. Porém, eles acabam ficando presos no local, sem conseguirem sair, precisando da ajuda de teletransporte do Garrett para irem a um lugar com uma localização de um 0-8-4.

Chegando ao local e sendo seguidos pelos agentes que estavam no espaço, Jemma, ainda confusa por suas memórias serem bloqueadas, começa a montar um equipamento que trás Fitz de volta.



7. 2.22 – S.O.S. Part 2

A segunda parte da finale da 2ª temporada, “S.O.S.”Part 2 (S.O.S. Parte 2)” vem ocupar o sétimo lugar da lista.

Com Skye descobrindo a verdade sobre sua mãe e os inumanos tomando conta do navio da SHIELD, Jiaying começa seu plano para lançar cristais terrigeneses pela Terra e separar os humanos dos inumanos.

A luta da SHIELD contra os inumanos acontece basicamente o tempo todo dentro do navio, enquanto Bobbi salva Hunter da armadilha que Ward tinha preparado para ele, fazendo ela ficar entre a vida e a morte.


O episódio termina com a primeira menção ao grupo de Guerreiros Secretos, que vemos ser formado no decorrer da terceira temporada, além do gancho de Jemma ter sido sugada pelo monólito (que conhecemos pela primeira vez).


6. 1×17 – Turn, turn, turn

Sem dúvidas, “Turn, turn, turn (Vira, vira, vira, virou)” é a grande virada da série, não só pela trama, mas pelo que ele representa. Muitos consideram esse o principal momento em que a série engata, onde ela passa a ter uma narrativa totalmente diferente e sendo o episódio chave para conquistar o público.


Acompanhando os eventos do filme “Capitão América: O Soldado Invernal“, vemos a HYDRA infiltrada na SHIELD, até os mais altos níveis. Inclusive, por John Garrett, que acabou sendo descoberto como o grande vilão da 1ª temporada: “A Clarevidência”. Seu alto nível o acabou fazendo se antecipar em diversos movimentos dos nosso agentes, durante o decorrer a temporada que deu início a série.

Como cereja no bolo, para coroar de vez o maior plot twist da história da série, descobrimos que Grant Ward também é infiltrado, terminando o episódio com ele matando Victoria Hand e outros agentes da SHIELD.



5. 3×05 – 4,722 hours

A jornada de Jemma em um planeta deserto, contada no episódio “4,722 hours (4.722 horas)” é o quinto colocado da nossa lista.

Aqui, descobrimos tudo que aconteceu com ela depois de ter sido sugada pelo monólito no final da 2ª temporada. As 4.722 horas que ela passou, sozinha e depois na companhia de Will, tentando descobrir uma forma de retornar para Terra. Também foi aqui que tivemos o primeiro vislumbre do grande vilão da temporada: Hive. Sabemos de sua existência, mesmo que só descobríssemos do que ele se tratava mais para frente.


Em um episódio bem diferente de tudo que Agents of SHIELD tinha feito até então, ele foi todo centralizado em apenas um único personagem, sendo muito elogiado e tido como um dos melhores da temporada, inclusive por boa parte dos fãs.


4. 5×22 – The End

A finale da 5ª temporada trás dois momentos para destruir o coração dos fãs: a morte do Fitz, em uma belíssima atuação de Iain De Caestecker, e a de Coulson, ficando com May no Taiti para curtirem juntos seus momentos finais.


Com a incerteza de renovação da série à época, “The End (O Fim)” foi realmente um encerramento. Pela primeira vez, a série não deixava um arco para a próxima temporada, somente algumas suposições.

Tivemos a conclusão do arco geral da temporada, sobre quem teria destruído a Terra no futuro distópico que conhecemos na primeira parte da temporada, a quebra do loop no qual os agentes se encontravam por terem ido e voltado do futuro e a nomeação de Mack como o novo diretor da SHIELD.



3. 7×09 – As I Have Always Been

A estreia de Elizabeth Henstridge na direção ganha medalha de bronze da nossa lista. “As I Have Always Been (Como Sempre Fui)” mostra todos presos em um loop temporal, mas somente Daisy e Coulson se lembram do que aconteceu antes. Eles precisam descobrir uma forma de conseguir consertar o dispositivo do tempo antes de serem sugados pelo vórtex do tempo e desaparecerem da existência.

Entre sequências emocionantes e engraçadas, com direito ao primeiro beijo Dousy da série (já perceberam que somos shippers, né?), o episódio nos contemplou com um pacote completo de emoções, e ainda nos jogou na cara que essa era a última missão da equipe, em uma das últimas palavras de Enoch, que se sacrifica no final para poder salvar a todos. O grande amigo de todos, como ele sempre foi. #RIPEnoch


E, nas palavras de um dos adm’s: eles pegaram nosso maior medo de ver todos morrerem, jogaram na nossa cara e ainda nos fizeram rir disso. Definitivamente, não dava para esse episódio não estar entre o top 3!


2. 4×15 – Self Control

A incrível mid finale da 4ª temporada fica com a medalha de prata. “Self Control (Auto Controle)” encerra o arco dos MVA (modelo de vida artificial) e nos dá o gancho para o da HYDRA.


Jemma e Daisy descobrem que são as únicas que não foram transformadas em robôs e precisam descobrir uma forma de sair da base, hackear a Estrutura e se plugarem lá dentro, para conseguirem salvar a todos ou, pelo menos, descobrir onde eles podem estar.

Em cenas tensas, como quando Fitz e Simmons começam a se enfrentar, com ela quase sendo capturada por ele, e com Daisy e Simmons desconfiadas uma da outra, intercalando com uma das melhores cenas de luta da série, com Daisy enfrentando Mace, Coulson e Mack MVAs e encerrando com um lindo e tocante sacrifício da May MVA, o episódio também é um prato cheio e não tinha como ficar de fora.



1. 7×13 – What We’re Fighting For

Em primeiríssimo lugar, temos a grande e mais importante finale de todas: “What We’re Fighting For (Pelo Que Estamos Lutando)“. O episódio que encerrou a série, contou com momentos de tensão, luta Quake, um quase sacrifício e um final digno para os personagens.

Com o retorno de Fitz, eles precisam voltar para a linha do tempo original e descobrem que precisam de Kora para conseguirem derrotar os chronicons. Deke se oferece para ficar no passado e ajudar todos a voltarem para momentos antes de derrotarem Izel.

Em uma sequência que quase enlouqueceu os adm’s, ficamos sabendo que os responsáveis por ajudarem a equipe no final da 6ª temporada eram eles mesmos. Simmons, Fitz, Yo-Yo e Sousa se disfarçam e, depois de ajudar a equipe, vão para o Farol retomar o local. Enquanto isso, Mack, May, Coulson e Daisy vão para nave chronicon, derrotam Sibyl e os chroncions, ampliando o poder da May com a ajuda de Kora, Daisy se sacrifica para matar Nathaniel e é salva por Kora.


Simmons se lembra de Fitz e, descobrimos pelo que eles estavam lutando: os dois finalmente conseguiram viver um tempo juntos e tiveram uma filha, Alya, e tudo o que queriam, era se reencontrar com ela.

Passa-se um ano e vemos que cada um seguiu seu caminho e se encontram virtualmente, agora. Yo-Yo e Mack seguem juntos e trabalhando na SHIELD, FitzSimmons estão aposentados cuidando de Alya, May virou professora, Daisy está com Sousa e Kora explorando o espaço e Coulson vai conhecer o mundo com Lola, até decidir se desligar por completo.


E com a nossa series finale, terminamos nossa lista de melhores episódios de Agents of SHIELD. Queremos agradecer a todos que participaram da votação. Confessamos que nos surpreendemos com alguns resultados, mas conseguimos mais uma vez prestar essa homenagem à série com a ajuda do fandom.


Como menções honrosa, temos os resultados que ficaram no top 20, em ordem de exibição: 2×10 – “What They Become (O que se Tornaram)“, 2×17 – “Melinda“, 2×21 – “S.O.S Part 1 (S.O.S Parte 1)“, 5×12 – “The Real Deal (O Acordo Real)“, 5×14 – “The Devil Complex (O Complexo do Demônio)“, 6×03 – “Fear and Loathing on the Planet of Kitson (Medo e Repulsa no Planeta de Kitson)“, 6×06 – “Inescapable (Inescapável)”, 7×03 – “Alien Commies from the Future (Alienígenas Comunistas do Futuro)“, 7×04 – “Out Of the Past (Fora do Passado)” e 7×05 – “A Trout in the Milk (Uma Truta no Leite)“.

Veja também