Elizabeth Henstridge fala sobre interpretar Jemma Simmons

 Elizabeth Henstridge fala sobre interpretar Jemma Simmons

Para Jemma Simmons, Agents of SHIELD guardou o melhor para o final. Ah, claro, a bióloga residente da SHIELD (sem esquecer, a metade do maior ship da série, FitzSimmons) teve muitos momentos de destaque ao longo dos anos. Ela ficou presa em outro planeta, se casou durante uma incursão extra-dimencional, se drogou e entrou em um bar cheio de alienígenas, e muito mais.

Ainda assim, na temporada final de SHIELD, o papel de Simmons se tornou ainda mais importante, e a atriz Elizabeth Henstridge subiu para a ocasião. Simmons não é apenas a cola que mantém a jornada dos agentes ao longo do tempo, mas Henstridge também dirigiu o 9º episódio da temporada, “Como Sempre Fui“, uma história do ciclo do Dia da Marmota, que foi considerado um dos melhores episódios da série.


Logo antes do início da temporada final de Agents of SHIELD, Elizabeth tirou um tempo da sua agenda para conversar com Looper sobre o que Simmons significa para ela, seus momentos favoritos em FitzSimmons e onde os fãs podem vê-la depois de SHIELD, que se aproxima do final.


Elizabeth Henstridge conta como Simmons cresceu e mudou durante as 7 temporadas

Simmons aprendeu muito nas últimas sete temporadas. Qual foi a maior lição que você aprendeu com ela?


Nossa, acho que uma das principais coisas foi como não pedir desculpas. Ela parece ter sido assim desde o começo. Ela nunca se desculpou por sua inteligência, nunca se desculpou por pensar que estava certa, quando não estava. Ela sempre achava que poderia fazê-lo, o que é algo poderoso de ser.

Ela constantemente me surpreendeu com isso. Mesmo quando, acredito que na primeira temporada, quando ela sabia que era atraente e não a via como uma cientista nerd como um impedimento para os homens. Quero dizer, não deveria ser uma revelação para uma mulher sentir: “Sim, sou atraente, e daí?”



Então acho que foram só coisas legais. E sim, admiro sua inteligência e seu impulso. Suponho que há um milhão de coisas assim. Mas sim, o grande problema para mim, é que ela não se desculpa. Ela não pensa, o que, como uma pessoa britânia, é tão estranho.

Ela teve um arco tão grande durante a série. Quanto você sabia onde a personagem estava indo desde o início?


Meu Deus, nada! Sabíamos episódio a episódio. Lemos os scripts semana a semana. No começo, achei isso um pouco desconcertante, mas depois se tornou uma maneira maravilhosa de trabalhar, porque há uma certa liberdade nos escritores de ver o que você faz com alguma coisa e depois escrever nesses conjuntos de habilidades. Você tem um momento mágico, ou algo diferente com algum personagem, e isso pode se tornar algo mais tarde.


Mas não, nunca sabemos realmente. Quando era alguma coisa grande, eles nos avisam algumas semanas antes de acontecerem. Por exemplo, como no início da sexta temporada, eu não sabia o que havia acontecido com Fitz ou onde ele estava. É muito útil como ator, saber apenas o que o seu personagem sabe, porque obviamente você não quer dar muitas dicas.


Já que você mencionou Simmons, o relacionamento entre Fitz e Simmons é meio que o coração do programa. Você tem um momento favorito dos FitzSimmons?

Existem tantos. Eu tenho alguns realmente adoráveis ​​chegando. Eu tenho tantas cenas ótimas com Iain. Os meus favoritos são provavelmente os mais tristes. Você sabe, quando ela estava tentando explicar que teve um caso com um astronauta.



Eu acho que o meu favorito de todos os tempos é a cena do casamento. Parecia que eles realmente mereciam isso, e foi um momento tão surreal. Estávamos em um local real naquele momento. Não havia tela verde. Éramos apenas nós com o elenco lá. Parecia muito especial. Como shipper de FitzSimmons, eu estava no meu melhor.

Seu papel ficou muito mais físico conforme a série evoluía. Você fez algum treinamento especial?


Eu comecei desde o começo, todos nós meio que passamos por como seguraríamos as armas, e isso foi muito divertido, eu realmente gostei disso. Enquanto a série prosseguia e as coisas ficavam muito ocupadas, eles pensavam: “Ah, você não vai precisar disso”. Então, se algo acontecesse, eu iria ensaiar essa peça.


E muitas acrobacias que você realmente não consideraria acrobacias, que eram apenas quedas ou algo assim, estou fazendo bastante. Você precisa treinar para saber como cair corretamente.


Então, no dia seguinte em que você acordar, pode estar se arrependendo dessa decisão. Então, sim. Entramos em uma rotina de aprender coisas necessárias para cenas específicas, porque simplesmente não há horas suficientes no dia.

O que o futuro reserva para Jemma Simmons e para Elizabeth Henstridge?

Se você pudesse juntar Jemma com um personagem do universo Marvel das telonas, quem você escolheria?



Viúva Negra. Sim, sou um pouco obcecada por ela. E eu acho que Simmons, ela apenas se divertiria. Eu só quero ser a fangirl dela. Com o material da viagem no tempo, ele cria muito mais possibilidades.

Existe uma chance de vermos Simmons nos filmes?


Eu não sei. Acho que existem potencialmente mais chances agora que o programa terminou, só porque tentar descobrir onde o programa estaria no momento em que o filme sair é meio doido, logisticamente. Mas, nunca diga nunca, não é?


Desde S.H.I.E.L.D. começou, você fez de tudo, desde filmes de terror a um filme de Natal da Hallmark. No futuro, há algo que você ainda não fez e gostaria de fazer?


Eu adoraria voltar ao teatro em algum momento. Eu adoraria estar no West End ou na Broadway, ou fora da Broadway. Isso é algo que eu acho que seria realmente desafiador para mim. Eu precisaria voltar ao treinamento de voz. Isso é algo que eu adoraria fazer no meu futuro.

E eu estou no meio de outro programa de TV no momento, muito, muito diferente. E também é um trabalho dos sonhos, porque, como atriz, é adorável alongar todos os músculos diferentes. Então estou no meio de algo muito diferente do S.H.I.E.L.D., que é divertido de gravar.



Você faz imprensa para esse programa há sete anos. Existe algo sobre o qual você nunca foi questionada, sobre o qual deseja falar, ou que acha que talvez mereça mais atenção?

Puxa, não sei. Quero dizer, sinceramente, sempre fico surpresa que alguém queira saber alguma coisa. É um prazer que me façam perguntas, e as pessoas quererem ouvir as respostas. Então, não, eu não sei. Sinto que ao longo dos anos já me perguntaram tudo.


A única pergunta que eu nunca me canso de responder é como os fãs são incríveis. Quero dizer, agora estamos falando da nossa sétima temporada. E é algo que realmente se sente alimentado pelos fãs. Eu acho que é disso que eu mais sentirei falta, dessa interação.


E estou tão empolgada no momento que as pessoas começam a ver no que trabalhamos. Estou realmente orgulhosa disso e orgulhosa de ter feito parte disso.


Essa matéria foi traduzida, do Looper.

O penúltimo episódio de Agents of SHIELD vai ao ar hoje, dia 5 de agosto, às 23h, horário de Brasília, na ABC. Confiram a promo abaixo:



E não percam a series finale, que vai acontecer dia 12 de agosto, com a exibição dupla dos últimos episódios da série: 7×12 – The End Is At Hand (O Fim Está Próximo) e 7×13 – What We’re Fighting For (Pelo que Estamos Lutando), começando às 22h, horário de Brasília.

Veja também